Soluções de Controle Hidráulico

post_top_banner_WW.jpg

Válvulas de Redução de Pressão reduzem a água não faturada de Sofia, na Bulgária, em 17%

Ofer Cohen
Por
Ofer Cohen 27 Jul 2020

Sofia, a capital e maior cidade da Bulgária, fica localizada no centro da Península dos Balcãs, no sopé da Montanha Vitosha. A água residencial para os 1,26 milhão de habitantes de Sofia é fornecida pela Sofiyska Voda (Águas de Sofia), uma subsidiária da Veolia.

Pressure Reducing Valves

 

O desafio

O sistema de águas de Sofia estava experimentando um nível de eficiência muito baixo. Um dos principais fatores que contribuíam para o problema era a presença de grandes diferenças de elevação (até 400 metros) na área atendida, acarretando pressões muito altas, bem como grande perda de água devido a um grande número de rupturas de tubos.

A área do serviço compreendia diversas zonas de abastecimento com pressão máxima de 8 Bar. Para reduzir a água não faturada e estabelecer um fácil monitoramento, Sofia foi dividida em aproximadamente 200 distritos de medição e controle (DMC). Contudo, a pressão média no sistema precisava ser reduzida.

Válvulas de Redução de Pressão como solução

A Industrial Parts, um distribuidor da BERMAD na Bulgária, e o Prof. Dr. Ing. Gantcho Dimitrov da Universidade de Arquitetura forneceram total suporte de engenharia para este projeto e acompanharam a empresa de águas de forma continuada. Os engenheiros da IP propuseram a instalação de válvulas de redução de pressão (PRVs) em DMCs individuais, convertendo assim os DMCs em áreas gerenciadas por pressão (PMAs). Quase 200 PMAs foram criadas entre 2009 e 2015. Estas cobriram cerca de 40% da área abastecida, onde era possível reduzir a pressão sem comprometer o serviço ao cliente.

Aproximadamente 250 PRVs com saída fixa da série BERMAD 700 foram instaladas no projeto, com tamanhos entre 2" e 16". Estas PRVs poderiam ser facilmente convertidas no local em PRVs com pressão de saída dinâmica futuramente.

Resultados

Nos primeiros 4 anos do projeto, a instalação das válvulas de redução de pressão da BERMAD foi a principal atividade de redução de perda de água da Sofiyska Voda. Durante este período, o volume de abastecimento de água anual de Sofia diminuiu em 10%. A redução total na perda de água ao longo de todos os 6 anos do projeto chegou a 17% – mais de 20 mln.m3. Algumas PMAs do projeto reportaram até 50% de redução na perda de água e uma diminuição de 90% na ruptura de tubulações.

Devido ao sucesso da primeira fase (instalação) do projeto, a implementação da segunda fase foi aprovada. Ela envolvia a conversão local de uma porcentagem das PRVs instaladas em PRVs dinâmicas, com o objetivo de obter melhorias ainda maiores na eficiência do abastecimento de água.

O engenheiro Plamen Rachev, Gerente do Projeto DMA/PMA, relata: “O Programa PMA na Sofiyska Voda foi um grande primeiro passo para a redução da perda de água. Ele também ajudou a reduzir vazamentos e rupturas de tubulações. Agora que o território está quase coberto, nosso próximo desafio é manter o sistema em boas condições e aumentar a eficiência do gerenciamento de pressão ao usar oportunidades de gerenciamento de pressão dinâmica.”

Sofia, Bulgaria - Case Study

Tópicos: Waterworks

Ofer Cohen

Escrito porOfer Cohen

I have spent my entire career in the water technologies arena. Currently I hold the position of International Marketing Manager Waterworks for BERMAD, where I lead the marketing and business development activities of the Waterworks segment.

Tópico

Posts Recentes

Nunca perca uma história